PESQUISE NO FAN BLOG DA DANÇA

CURTA A PAGINA DO FAN BLOG NO FACEBOOK

18/01/2018

DANCING BRASIL 3: PREMIERE

 NA ÚLTIMA TEMPORADA: Yudi Plesteishon chutou bundinhas e levou o título da segunda temporada do Dancing Brazuka (Além de conseguir erguer uma mulher que pesa o dobro do seu peso e com o dobro do seu tamanho):


 Bora conferir o que a nova temporada nos reserva. Cola aí e confira tudo o que rolou no primeiro episódio dessa temporada, VEM!


RAÍSSA SANTANA & PAULO - RUMBA


• Achei ok. Estrear com um ritmo técnico é sempre difícil. Muitos problemas técnicos: Costas travadas, ombros altos e uma desconexão nos movimentos que geraram muitos puxões. De bom: Cumpriu com tudo. Conseguiu ter algum conteúdo com uma música difícil para uma Rumba.
 Fecharam com 20 pontos (7-6-6)
 MINHA NOTA: 6

RODRIGO CAPELA & FLAVIA - FORRÓ


• Achei ok. Rodrigo saber se mover e é carismático. Acho que a música atrapalhou o desenvolvimento da dança por ser rápida demais. Particularmente, gosto do ritmo, mas não o vejo com espaço em um show como dancing que é tão rico em ritmos. De qualquer forma, foi uma dança regular.
 Fecharam com 21 pontos (7-7-7)
 MINHA NOTA: 6

ISABEL FILLARDIS & CAIO - SAMBA


• Olha, achei bem ok. O ritmo evoluiu horrores dos primeiros sambas que vi do programa (Primeira temporada... Rotinas da segunda temporada no ritmo não acompanhei). Havia uma indefinição muito grande entre o samba esportivo e o de gafieira o que tornava tudo muito confuso e estranho. Gostei de várias coisas na Isabel: Postura; Ritmo e alguma coisinha de charme. Fiquei muito bem surpreso com o conteúdo também. Ela tem algumas coisas a melhorar, como, por exemplo, os pés. Além disso, precisa coordenar melhor os movimentos de pernas e braços. Em geral, gostei bastante e não entendi as notas, uma vez que nenhuma das duplas anteriores superaram essa. Enfim...
 Fecharam com 18 pontos (6-6-6)
 MINHA NOTA: 6

POPÓ & ALÊ - SALSA


• Ah, eu gostei... Popó tem carisma e consegue se mover minimamente bem. A dança tem conteúdo razoável e uma boa adaptação aos limites técnico dele. Gostei.
 Fecharam com 18 pontos (6-6-6)
MINHA NOTA: 5

GEOVANNA TOMINAGA & TÉO - FOXTROT


• Achei bem ok. Geovanna tem possibilidades ótimas. A dupla tem carisma, ela tem linhas bonitas e seus movimentos são limpos. Identifiquei alguns probleminhas técnicos especialmente nas finalizações... Além de entender que poderia ter sido mais exigida coreograficamente. Nada grave. Foi o suficiente para assegurar a melhor rotina da noite.
 Fecharam com 24 pontos (8-8-8)
MINHA NOTA: 7

DUDU PELIZZARI & DANI - PASO DOBLE


• Achei ok. A dança tem alguns bons momentos... Acho que faltou firmeza em vários momentos. Os ataques não eram precisos e o movimento corporal não tinha a rigidez que o ritmo exige. Gostei do número e não reconheço a De Lova da DDF nessa versão DWTS.
 Fecharam com 21 pontos (7-7-7)
MINHA NOTA: 5

MARINA ELALI & JEFERSON - CHA CHA


• Achei ok. Marina tem boas possibilidades. Só acho que a execução da dupla destoou demais. Embora, particularmente, não me agrade alguns exageros de expressão que alguns bailarinos profissionais cometem, reconheço que Jeferson é um dancer com conhecimento corporal apuradíssimo. Ele só precisa entender o show e tentar ficar mais próximo da parceira em nível de execução, para evitar a disparidade que ficou muito evidente nesse número. Eu que acompanho há algum tempo a versão americana do show vi Derek e Val Chme se tornarem muito melhores quando perderam esse estilo de dança de competição e se aproximaram ao nível dos famosos com que eram pareados.
 Fecharam com 21 pontos (8-6-7)
MINHA NOTA: 6

BRUNO CHATEAUBRIAND & CAROL - TANGO


• Achei ok. É uma coreo simples que ele executou razoavelmente bem. Não tem muito o que ser dito... Ele demonstra potencial, vamos acompanhar as próximas semanas.
 Fecharam com 19 pontos (7-6-6)
 MINHA NOTA: 6

BÁRBARA EVANS & TUTU - CHA CHA


• Achei fraco. Tutu tentou maquiar a falta de aptidão dela com uma coreografia onde ele se movia ao redor dela o tempo inteiro. Barbara estava preguiçosa. Movimentos curtos e, de certo ponto, duros. ALEATÓRIO: Execução horrível da música.
 Fecharam com 16 pontos (6-5-5)
 MINHA NOTA: 4

DIOGO SALES & BELA - SALSA


• Achei bem ok. Diogo tem potencial. Tem agilidade e alguma coisa de carisma. Ok que a música é difícil para uma salsa (Estava muito mais para um Cha cha), mas faltou conteúdo. Além da falta de estilo, rolaram muitos erros em função da velocidade da coreô que estava apertada.
 Fecharam com 18 pontos (6-6-6)
 MINHA NOTA: 6

 BARBARA BORGES & MARQUINHOS - SAMBA


• Gostei bastante. Pra mim, a coreo mais interessante da noite. O pro soube colocar elementos de samba de gafieira e disco sem descaracterizar o ritmo. Gostei do conteúdo e especialmente de Barbara que executa com força. Tem potencial!
 Fecharam com 21 pontos (7-7-7)
 MINHA NOTA: 7

DOUGLAS SAMPAIO & SARAH - JIVE


• Achei fraco. Passos side by side confusos, paradas excessivas e alguma coisa de dificuldades de movimentação (Sem citar os pés nos chutes). Rola um desconto pelo Jive sempre ser difícil para uma estreia.
 Fecharam com 17 pontos (6-5-6)
 MINHA NOTA: 5

HYLKA MARIA & FERNANDO - TANGO


• Achei bem ok. Hylka tem potencial. Se move bem e tem finalizações apuradas. O número é agradável e bem dançado. Prevejo coisas boas aqui.
 Fecharam com 20 pontos (7-6-7)
 MINHA NOTA: 7

SEBÁ & BRUNA - SALSA


• Achei ok. Ele tem dificuldades técnicas e de movimentação... Mas conseguiu ser divertido. Ele tem carisma e conseguiu socar uma dança cheia de truques em nossas fuças sem que isso ficasse tão evidente.
 Fecharam com 19 pontos (7-6-6)
 MINHA NOTA: 5

JOANNA MARANHÃO & BRUNO - FOXTROT


• Achei ok. Para uma atleta achei razoável. A execução é brusca e com problemas técnicos: Ombros elevados, pescoço arqueado pra frente e falta de contato corporal. De bom: Conseguiu cumprir com tudo... O casal tem química e o número é agradável. Estou curioso para vê-la em outros ritmos.
 Fecharam com 20 pontos (7-6-7)
 MINHA NOTA: 5


 - As notas da semana que vem se somarão às notas dessa semana para aí então eliminar a primeira dupla.


 CRÔNICA

 Fiquei muito bem surpreso com o show. De verdade. Confesso que assisti muito pouco de outras temporadas para poder comparar... Mas lembro que o conteúdo era sensivelmente menor. Acho que os jurados estão contidos, e isso é bom... O que ainda rola são algumas fundamentações estranhas, como, por exemplo, a Chamma pedir para os participantes não chegarem ao máximo do seu potencial por ser estreia... Hein?! Naturalmente, não concordo com alguns escores... Mas é uma questão de opinião e isso precisa ser respeitado.
 Sobre a noite: Muitas apresentações agradáveis. Também temos MUITOS participantes com potencial. Destaco três como concorrentes que certamente arrancam com algum favoritismo: Marina, Barbara Borges e Geovanna. Foram as que mais potencial demonstraram. Fiquei animado... Vejamos o que reserva essa temporada, e se a produção conseguirá manter as coisas interessantes. FUI!




4 comentários :

André disse...

Olá Erico. Parabéns pelas análises, foram precisas, concordo com tudo.

Apesar de não ter minha Lu Andrade (por desistência) adoreia estreia. (Tirando uns purgantes Evans aí) Todos os participantes se empenharam e mostraram um grande trabalho para uma primeira apresentação, já que esses ritmos exigem uma técnica que os concorrentes estão longe de ter (em diferentes níveis).
Meus destaques são Geovanna e Marina, amei muito as duas.
Geovanna (apesar de esperar uma coreo mais impactante) mostrou que veio pra despontar com a favorita dessa edição (no aguardo, porém, de vê-la em um ritmo latino), boa execução, postura ótima e linhas lindíssimas. Teo tem tudo pra finalmente vencer (pra quem não sabe, ele foi duas vezes vice)
Marina <3<3 só amor. Ela se jogou, fez um cha cha cha deliciosíssimo, faltando os detalhes técnicos que bem apontou o Paulo, mas adorei ela. O Jefferson é uma grata surpresa, tem uma técnica tão perfeita que atrapalhou na avaliação do casal na comparação com a partner. Porém prevejo altos tiros aqui.
Bárbara Borges achei interessante tmb (ALEATORIO TOTAL: esse cabelo dela a envelhece uns 20 anos).
Hylka (estepe da Lu) e Bruno Chateaubriand também se sairam bem. Sacanagem tango na estreia.

E Erico... NÃO É DE HOJE QUE DIGO QUE ESSA V*C* DA FERNANDA CHAMMA É UM PURGANTE... Quer dizer que a pessoa tem que buscar ser mediana na estreia pra ser bem avaliada????? VAI TOMAR BANHO!!! Mulherzinha insuportável.

Desabafo feito, no mais é acompanhar o desenrolar dessa bagaça. Abraços.

Anônimo disse...

Gostei bastante da estreia, abertura criativa e competidores promissores de um modo geral.

Melhores da noite: Geovanna, Capella e Bárbara Borges.

Medianos com bons potenciais: Marina, Dudu, Diogo, Hylka e Isabel.

Podem surpreender: Bruno e Raíssa.

Os demais eu não tenho o que esperar.

Trocar o Sérgio Marone (De quem eu tive ranço) pelo desconhecido Leandro Lima foi tipo trocar 6 por meia dúzia, até a voz é igual; pelo menos o Leandro não tem aquele sotaque exagerado e demonstrou ser um tiquinho menos engessado.

Obrigada mais uma vez pela cobertura, Érico!

Alice



Anônimo disse...

Realmente, o conteúdo das outras temporadas, em especial o da primeira, era muito menor. Até onde sei, foi a partir da segunda temporada que começaram a ter workshops de ballroom dances, com a Márcia Fujii, que possui companhia de dança. Foi na segunda temporada também que estrearam como professores Bruno Coman e Sarah Lage, marido e mulher, que são campeões panamericano de dança esportiva.

Esperava muito mais da Raissa Santana e Bárbara Evans.

Me surpreendi bastante com a Marina Elali e Bárbara Borges. Pegaram excelentes profissionais, em especial Jefferson Andrade. Ainda não passou um profissional com tanta qualidade naquele palco igual a ele.

Emerson

Nando Marques disse...

Bom Érico. Primeiramente, agradeço pela cobertura. Já até pedi uma amiga para comentar também.
Vamos lá!

Raíssa e Paulo- realmente em alguns momentos houve algumas desconexões, mas nada que tirasse o brilho da apresentação. Afinal, é a primeira vez que a Raíssa pisa no palco. Minha nota: 7

Rodrigo e Flávia- O carisma dele me convenceu, juntamente com o esforço o qual ele apresentou neste que parece ser um grande desafio para ele. Minha Nota: 7

Isabel e Caio- Achei que eles deveriam ter explorado a brasilidade, conforme Jaime disse. Precisa acertas os pés e definir melhor o samba. Mas a apresentação foi OK! Minha nota: 6

Popó e Alê- Confesso que me surpreendi, não esperava nada dele. Concordo, Érico, a dança respeitou os limites técnicos dele. Minha nota: 5

Geovanna e Teo- Agora sim! A melhor apresentação da noite. Bem feito, executado. Ela tem um carisma enorme e sinto que tem muito o que crescer. Minha nota: 10

Dudu e Dani- Gostei da força que ele utilizou, que é a que o ritmo exige. Mas faltou firmeza em vários momentos. Minha nota: 7

Marina e Jeferson- Gostei bastante da apresentação dela. Certeza que ela evoluirá muito. Para uma primeira dança fiquei bem surpreso. Ela precisa melhorar o eixo, mas tenho certeza que conseguirá, parece ser esforçada. Minha nota: 8

Bruno e Carol- Pegaram um ritmo difícil logo de primeira. Ele executou razoavelmente bem, concordo com você Érico. Espero evolução. Mas ela dançou mais e meio que maqueou os defeitos técnicos dele. Minha nota: 6

Bárbara e Tutu- Meu Deus! Eu esperava tanto deles, principalmente porque Tutu havia apresentado bons trabalhos com as estrelas anteriores. Achei ela muito dura e parecia que estava fazendo por obrigação. Minha nota: 4

Diogo e Bela- Gostei da apresentação. É um ritmo rápido e ele tem carisma. Em função dos erros, minha nota: 6

Bárbara e Marquinhos- Essa tem potencial. Adorei a apresentação. Minha nota: 9

Douglas e Sarah- Para uma estréia, realmente o jive é difícil. É um ritmo que exige agilidade e rapidez. Gostei mas esperava mais. Falta muito melhorar a parte técnica. Minha nota: 6

Hylka e Fernando- Tem potencial. Gostei da apresentação e achei forte. Minha nota: 8

Sebá e Bruna- Não esperava muita coisa, mas me surpreendeu pelo carisma e pela vontade de dançar e fazer algo bem feito. Rolaram coisas que não gostei. Eita Bruna truqueira, né Érico. Minha nota: 5.

Joanna e Bruno- Sobre o Bruno, evoluiu como bailarino, parabéns. Sobre a Joanna, eu não esperava nada e me surpreendeu. Para uma atleta, gostei muito. Boa execução, sintonia e rolou uma boa química. Acredito em uma evolução. Minha nota: 8

Sobre a noite de hoje, confesso que foi a melhor estréia que eu vi. Todos tem potencial, dentro dos seus limites. As músicas melhoraram e meus favoritos: Marina, Barbara Borges, Geovanna e talvez Hylka. Já estou doido para o próximo episódio.




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...